CAIO

Como eu não moro sozinho, meu quarto é meio que minha casa, então grande parte da minha vida aqui acontece no quarto. Então eu acabo sabendo muito bem os objetos que estão aqui, até porque não tenho muito espaço para guardar coisas que eu não uso.

Como eu trabalho com várias coisas diferentes, cada dia eu preciso de um conjunto de equipamentos diferentes e pra cada configuração de equipamento eu tenho uma bolsa específica.

Eu sou uma pessoa que acaba tendo muita mochila, bolsas e malas. Para cada situação eu tenho uma mala específica, então minha vida circula muito pelas malas e é engraçado que ficam todas meio a mostra, porque não tenho muito espaço para guardar coisas aqui no meu quarto. As malas acabam sendo uma extenção do meu armário que carrego por ai. Eu sou uma pessoa que gosta de ter tudo sempre à mão, então a mala acaba me representando.

Mala para mim é viagem. É meio que um símbolo de liberdade. Até queria que minha mala estivesse mais fudida, porque significaria que eu viajei muito mais. E com essa mala eu posso carregar minha vida, tudo que eu preciso. Fora que ela te dá mobilidade.