Esses objetos me mostram uma pessoa jovem, um pouco lúdica, que gosta de coisas novas, diferentes, meio peculiares. Alguém que não tem muitos pilares sólidos, que gosta de experimentar, esta sempre buscando algo diferente e consegue ver sentido nesse emaranhado de coisas que podem parecer meio distantes, mas têm uma conexão super forte. Eu gosto de olhar para eles como estão. É um bom retrato da minha vida, daquilo que de fato é importante.
— Renato, 29


Esses objetos representam bem aquilo que sou. Estão relacionados com meus trabalhos, minha produção, mas também trazem um lance de movimento. O tenis de couro, resistente, para aguentar bastante; o shape da fé; o paralelepipedo... Tudo traz essa coisa do caminhar, do movimento, do processo. Isso é bem marcante para mim
— Renato, 29
É engraçado que a maioria das coisas estão meio relacionados aos trampos mais artísticos. Talvez porque eles são sempre resultado de um processo muito intenso para mim. Acabo doando muito tempo da minha vida para cada projeto que eu faço. Talvez por isso eles se tornam tão marcantes e ocupem tanto espaço aqui em casa.
— Renato, 29
Quando eu penso nos meus talismãs me vem esses três objetos. Um relacionado a futebol porque acho que torcer traz um pouco disso. Fora que meu pai e meu irmão torcem para o mesmo time, então também tem essa conexão. O crucifixo que é um simbolo meio recorrente nos meus trabalhos e remete um pouco ao lance da fé. E o boné é um objeto que eu gosto, que acho que me dá sorte e que me sinto bem usando.
— Renato
Acabo usando muitas referências no meu trabalho, mas acho que essas daqui ficaram mais presentes. Esse livro do BLU, por exemplo, representa muito para mim. Está comigo há muito tempo e já serviu de base para vários trabalhos.
— Renato

Comment